O município de Pinhalzinho recebeu na manhã de quarta-feira (09), representantes da Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento (Aris) responsável pela regulação e fiscalização dos serviços prestados pela Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), com objetivo de fiscalizar o sistema de abastecimento de água e saneamento básico

.
A Aris visita os municípios para fazer a fiscalização in loco do sistema, buscando identificar as condições estruturais e operacionais, visando melhorar e apontar aquilo que é mais prioritário de se adequar, para ter uma melhor prestação de serviço ao consumidor. 


Para o prefeito Mário Afonso Woitexem, a presença da Aris no município é muito importante, pois é a agência que fiscaliza quem faz o abastecimento de água no município. “É feita análise da água fornecida pela companhia, ou seja, se é uma água é de qualidade ou não, além disso, desenvolve todos os testes da capacidade do fornecimento da água. Através desta fiscalização da Aris é que conseguimos com que a Casan comece a ampliar o sistema de tratamento. A Aris faz o relatório para o município e também para a Casan, cobrando da companhia providencias para as melhorias”, ressalta.


Conforme o prefeito, a capacidade de tratamento do município hoje não é suficiente. “Temos uma oferta de água em abundância, do Rio Burro Branco, mas não temos capacidade de tratar essa água. A ampliação do sistema de tratamento já está no cronograma de investimentos da Casan, a companhia apresenta para o município, no dia 29 de maio os prazos para iniciar a ampliação do tratamento e do reservatório de água”, menciona Woitexem, acrescentado que é por meio do levantamento da Aris que é apontada a necessidade dessas melhorias.