Ocorreu nesta semana, na sala de reuniões da prefeitura, o primeiro curso de nota fiscal eletrônica, envolvendo produtores rurais do Sindicato de Trabalhadores na Agricultura Familiar de Pinhalzinho, Saudades e Nova Erechim. Objetivo do curso é o cumprimento da legislação estadual que prevê para as operações interestaduais a partir de 2019, a emissão da nota fiscal eletrônica em nível de propriedade.


“Nós somos pioneiros nisso e decidimos aplicar o primeiro curso em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e Sindicato Rural de Pinhalzinho. Isso é para que tenhamos o projeto piloto para início de testes. Na condição de secretário, do atual governo, nós vamos trabalhar na área intelectual, na área de infraestrutura, desenvolvendo ainda mais as propriedades que quem desenvolver e dando suporte, na medida do possível para as semais propriedades”, menciona o secretário de Agricultura, Honorino Dalapossa.