A Secretaria Municipal da Educação de Pinhalzinho, através do setor da Educação Especial, desenvolve um trabalho de prevenção nas dificuldades da fala. Por isso conta com o trabalho da fonoaudióloga Viviane Coletto que realiza avaliações, orientações à professores da rede e encaminhamentos. 


Conforme a Assessora de Educação Especial do município, Cleunice Ecco, a fonoaudióloga Viviane que faz parte da Saúde do município, também realiza esse trabalho na Educação de Pinhalzinho atuando dentro da equipe multiprofissional. 


No setor de Educação Especial, um dos objetivos é trabalhar a prevenção de deficiências, as dificuldades da fala, a prevenção quanto ao desenvolvimento motor, principalmente dos bebês de 0 a 03 anos de idade. Com isso, a atuação da fonoaudióloga é fazer a avaliação destes alunos. 


“Quando o professor de sala de aula perceber algumas dessas dificuldades dentro de um  desenvolvimento normal da fala, esse professor faz uma avaliação, pede autorização dos pais e é encaminhado para a fonoaudióloga, que avalia, se precisar faz o encaminhamento para os atendimentos e além disso a fonoaudióloga dá um feedback para os professores e para a família de como está essa criança, se está no processo normal do desenvolvimento da fala e indica algumas atividades”, destaca Cleunice.


Ela ressalta ainda que esse trabalho que a fonoaudióloga desenvolve dentro da equipe multiprofissional é muito importante. “Quando a criança apresenta alguma dificuldade na fala e for logo avaliada, orientada e encaminhada, melhor será o seu desenvolvimento cognitivo e é isso que priorizamos. Essa atenção à criança dentro do seu desenvolvimento enquanto criança”, aponta.