O prefeito de Pinhalzinho, Mário Afonso Woitexem, decretou ponto facultativo nas repartições públicas do município na sexta-feira (1º). 


No decreto nº. 099/2018, considerou o desabastecimento de combustível e alimentação que afeta todo o território do município. Este desabastecimento que afeta diretamente aos serviços públicos oferecidos pelo executivo municipal. 


Considerou a necessidade do município em manter os serviços públicos em funcionamento, em especial os serviços de saúde, educação, social, administração e de segurança pública.

Também considerou os dados levantados pela coordenadoria municipal de Defesa Civil, conjuntamente com as demais secretarias municipais e sociedade civil, os quais indicam que os danos materiais decorrentes do desabastecimento na cidade são significativos e visíveis.