O programa ‘Porteira Para Dentro’, foi aprovado por unanimidade pelos conselheiros da Agricultura e também foi aprovado pelo Poder Legislativo pinhalense em 2017. Neste mês, o mesmo entre em vigor.


O programa irá aportar mais de R$ 1milhão por ano dentro da secretaria para os devidos trabalhos nas propriedades rurais do município.


Conforme o secretário de Agricultura, Honorino Dalapossa, o programa tem uma demandas por serviço horas máquinas. “De acordo com o que prevê a Lei, estamos trabalhando firme para que possamos aplicar os serviços, em fevereiro, a todo vapor, dentro das regras do programa”, ressalta.  


Dentro da Lei, tem o programa de bônus fiscal, onde quanto mais o produtor produzir e mais vender com nota, mais acesso ao bônus terá. O secretário de Agricultura ressalta ainda que os pequenos produtores tem a sua ajuda que proporcionalmente continuam tendo acesso a um percentual maior de benefício. “Os produtores maiores também passam a ter benefícios. Modelos anteriores de legislações municipais tratavam de programas onde os grandes produtores ficavam excluídos por já terem uma estrutura, mas nós entendemos que não, pois essa estrutura foi alcançada através de esforço, de trabalho, de dedicação, de inovação tecnológica nas propriedades e nós precisamos continuar estimulando isso”, salienta, acrescentando que acredita que vão conseguir agradar a maioria dos produtores de Pinhalzinho, para que continuem empreendendo, investindo, inovando a crescendo. 


Conforme o prefeito, Mário Afonso Woitexem, neste ano será o primeiro ano com o seu próprio orçamento, já que o primeiro ano da gestão foi traçado pela gestão anterior. “Agora vamos começar a cumprir o nosso plano de governo, onde temos o programa ‘Porteira para Dentro’, que foi nos pedido durante a campanha. Vamos trabalhar dentro do setor produtivo, dentro da propriedade da agricultura, onde temos o incentivo a hora máquina, o incentivo a melhora da genética, toda a parte de cascalhamento, além de outras trabalhos dentro das propriedades”, diz.